Cammino Digital

Como extrair o máximo da sua plataforma Magento

Dentro da série sobre o Magento, vamos falar sobre a otimização desta plataforma em termos de busca, velocidade, checkout e plugins. Tudo isso pode ser configurado para que você aproveite ao máximo os recursos da sua plataforma. O objetivo é aumentar ainda mais suas vendas, mas antes conheça as vantagens de investir na otimização.

Investindo em otimização

Quer aumentar suas vendas? Então comece a investir parte do orçamento em otimização da sua plataforma Magento. Esta é uma tática inteligente para resultados duradouros. Vamos explicar: os investimentos em ações de marketing como e-mails, anúncios e posts patrocinados, até trazem resultados, mas eles são sempre proporcionais à quantia investida e requerem investimentos constantes.

Por exemplo: vamos supor que você queira gerar tráfego para sua loja e, que para isso, invista R$ 2 mil mensais para anúncios online. Nesse caso, vamos imaginar que você tenha conseguido os seguintes resultados: 2 mil visitantes, 40 novos clientes a um custo de R$ 50 por novo cliente.

Se você dobrar seu orçamento para R$ 4 mil, o resultado será bastante previsível: o dobro do orçamento, dobra o resultado, ou seja, você terá 4 mil visitantes, 80 novos clientes e o mesmo custo por novo cliente. Não que isso seja ruim, mas veja o que acontece quando você utiliza parte deste orçamento na otimização da plataforma:  

Investindo R$ 1.800,00 em publicidade e R$ 200 em otimização, você poderá ter, em três meses, uma redução significativa no custo por novo cliente. Esse valor poderá ir caindo gradativamente do primeiro até o terceiro mês: R$ 44,4 (1º mês), R$ 40,4 (2º mês) e R$ 36,3 (3º mês). Além disso, você conseguirá uma taxa de conversão maior que impactará todos os seus investimentos em tráfego daqui em diante.

Veja como otimizar algumas ferramentas!

1 – Busca

A primeira coisa que você deve saber quando se fala em sistema de buscas no Magento, é que ele tem três configurações básicas: Like, Fulltext e Combined (Fulltext + Like). Saiba mais:

Like: considera pesquisas sem a palavra exata, identificando palavras que sejam escritas no diminutivo ou erradas;

Fulltext: apresenta primeiro os produtos que possuem os termos exatos e, em seguida, mostra produtos que contém ao menos um dos termos pesquisados;

Combined: apresenta primeiro os resultados mais específicos buscados pelo Fulltext e, em seguida, os resultados encontrados pelo Like.

O ideal é que você escolha a configuração que dê resultados satisfatórios para seus usuários. Algumas lojas virtuais têm produtos com nomes e termos mais fáceis de digitar; outras já exigem um pouco mais do usuário. Então analise seu público antes de configurar.

Se você quiser ir além, conheça o Sorl um motor de busca que permite otimizar as buscas no Magento de modo ainda mais eficiente ou então o aheadWorks

Termos

O campo de busca é fundamental para que o cliente encontre o produto desejado na sua loja virtual. No Magento, essa ferramenta geralmente aparece no topo do layout.

O problema em relação à busca, é que, algumas vezes, pode aparecer um resultado incorreto para uma busca correta. Por exemplo: sua loja vende produtos naturais e o usuário faz uma busca query por “chá antiestresse”. Ele será direcionado para uma página com vários resultados: chá antiestresse, chá natural antiestresse, chá emagrecedor, chá de camomila, chá estimulante, entre outros. Isso acontece, pois, o Magento faz o “match” por palavra, apresentando todos os resultados relacionados a ela.

Para resolver esse problema, você deve selecionar os atributos que serão indexados na busca (uma boa dica é deixar os atributos não relevantes de fora dos resultados).

Para alterar o uso ou não de um atributo no Magento, acesse Catálogo > Gerenciar Atributos > Atributos. Em seguida clique em editar e, na aba “Propriedades de Frontend”, modifique “Usar” na Busca Rápida para “sim” ou ‘não”, como desejar. Outra forma é utilizar o plugin gratuito da Activo que, através de um AND lógico, considera que todas as palavras da query são necessárias. Isso vai melhorar bastante os resultados.

Sinônimos e grafia

Ao procurar um produto na busca, pode ser que o usuário use a versão em inglês ou português da palavra. No caso dos produtos naturais, por exemplo, ele poderá procurar por chá antiestresse, ou por chá anti stress. Em casos mais raros (infelizmente), pode ser que ele cometa erros de português e procure por “xá anti stress”. É claro que você quer que ele encontre seu produto independentemente da forma como foi escrito, então o que fazer?

Felizmente isso é fácil de resolver. O Magento possui uma tabela de sinônimos que tem o nome de “Termos de Pesquisa”. Ela é encontrada em Catálogo > Termos de Pesquisa > Tabela Magento. Ali você vai encontrar todos os resultados buscados, e poderá editá-los e acrescentar novos termos. Para contornar o problema das palavras estrangeiras, você pode usar “Sinônimo para” (“Synonym For” em inglês). Assim o Magento conseguirá buscar resultados para “estresse” e “stress”, por exemplo.

Aumentado a conversão

Utilizar o marketing de conteúdo para aumentar as vendas não é nenhuma novidade. A dica aqui é aproveitar o interesse do usuário pelo assunto e redirecionar as buscas. Por exemplo: o usuário procura por “técnicas para aliviar o estresse” e cai em um blog post da loja virtual. Após ler o artigo, você insere uma “call to action” para a página que vende o chá antiestresse.

Indexação no Google

Cada nova pesquisa gera milhares de páginas indexadas junto ao Google. No caso da loja de produtos naturais, por exemplo, uma pesquisa pode gerar uma URL como essa:

nomedaloja.com/catalogsearch/result/?=cha+antiestresse

Além disso, a cada nova consulta é gerado um cache da página cujos resultados podem acabar sendo indexados, aumentado o índice do Google com páginas duplicadas. Veja o exemplo abaixo:

nomedaloja.com/catalogsearch/result/?=cha+antistress

nomedaloja.com/catalogsearch/result/?=cha+contra+estresse

nomedaloja.com/catalogsearch/result/?=cha+estresse

nomedaloja.com/catalogsearch/result/?==cha+stress

Para resolver este problema, você pode usar extensões (módulos) de terceiros que configuram de maneira mais refinada a meta tag robots.

Experimente utilizar o arquivo robots.txt, que “diz” ao robô do Google como agir na indexação do seu domínio. Para impedi-lo de indexar os resultados de busca, basta adicionar no arquivo robots.txt, no diretório raiz de sua loja, a seguinte linha: disallow: /catalogsearch/

2 – Velocidade

Além de um layout atrativo, a velocidade é um fator determinante para o sucesso do seu e-commerce. O usuário não tem paciência para ficar esperando uma página carregar e, quando isso acontece, ele desiste e seu “bounce”, ou seja, sua taxa de rejeição aumenta. E o que é pior: você pode perder seu cliente para a concorrência e isso afeta diretamente o nível de engajamento, taxas de conversão e a quantidade de acessos da sua loja.

Pesquisas indicam que a maioria das pessoas não espera mais de três segundos para carregar a página, sendo que a tendência desse valor é ser cada vez menor.

As causas mais comuns para a lentidão são a constante inserção de novos produtos e as extensões instaladas que não são usadas (elas permanecem ativas no administrador do Magento e são executadas em segundo plano).

Ao contrário do que muita gente pensa, isso não é culpa da plataforma Magento. Por ser rica em recursos, e usar o sistema CMS, ela acabou ficando com fama de pesada, mas basta configurá-la de forma correta para acelerar o carregamento das páginas. Saiba como:

– Faça a limpeza via log: isso ajuda a limpar as informações armazenadas da base de dados, mas atenção! É preciso que antes você faça um backup destas informações. A limpeza pode demorar um pouco, mas você vai perceber uma melhora significativa na velocidade de carregamento da página. Para isso vá em Sistema > Configuração > Avançado > Sistema [Limpeza de Log]. Você poderá agendar dia e horário para isso.

 

– Configure o Varnish Cache: cache da página é uma das formas mais poderosas para acelerar Magento. A carga é retirada dos servidores web, servindo páginas já visitadas antes do cache, o que por sua vez aumenta a velocidade. Um bom caminho é o combinar: NGINX + APC + Memcache + Verniz caching.

– Otimize o servidor: esta é uma das principais providências quando se fala em aceleração da plataforma. Por ser o responsável pela transmissão e manutenção dos dados no ar, o servidor deve ser compatível com o tamanho da sua loja virtual. Além disso, eles são responsáveis pelos backups e defesa contra hackers. Na maioria dos casos, você precisa apenas de hospedagem compartilhada que suporta o Magento, embora às vezes o próprio compartilhamento possa ser o motivo da lentidão. O ideal é que seu provedor de hospedagem seja especialista na plataforma e-commerce para ajudar a evitar qualquer tipo de problemas, inclusive a lentidão.  
– Configure o catálogo: se a sua loja tiver mais de mil produtos, o ideal é que você ative, no Magento, as categorias e produtos. Aparentemente não parece uma dica para acelerar a velocidade, mas é!  Assim o usuário encontra mais facilmente o que está buscando, pois o ambiente de vendas fica mais organizado. Para isso vá em: Sistema > Configuração > Catálogo.

– Configure os arquivos: um site Magento tem muitos arquivos CSS e JavaScript e combiná-los em um arquivo permite que o carregamento de página aconteça de modo mais rápido. Para isso vá em System > Configuration, (left nav) Advanced > Developer (main page) > JavaScript Settings > CSS Settings

– Atualize! É muito importante que você trabalhe sempre com última versão, principalmente porque as atualizações em geral contêm correções de bugs e melhorias de desempenho. Há três etapas principais para atualizar uma instalação Magento: instalar uma nova versão de arquivos Magento; executar o programa de instalação em cima do banco de dados desatualizados; direcionar temas e extensões personalizadas da versão antiga para a versão atual.

– Redimensione as imagens! É claro que a tentação de colocar fotos em alta resolução é grande. Mas você não precisa de imagens muito pesadas para que o usuário possa visualizar bem seu produto e despertar nele o desejo de compra. Você pode utilizar imagens com estas configurações: para fotos retangulares (640 x 480 pixels) ou 640 x 640 para imagens quadradas.

Para alterar o tamanho das imagens dos produtos no Magento, na página de categorias, edite o arquivo list.phtml localizado em: seutema > template > catalog > product  Também é possível alterar o tamanho da imagem no detalhe do produto. Localize o arquivo media.phtml em: seutema > template > catalog > product > view

3 – Check-out

É aqui que cerca de 70% dos usuários desistem da compra. Por isso esse processo deve ser simples, com no máximo três etapas. Com a ferramenta “One Step Check-out Magento” é mais fácil ainda: o processo de compra é feito em apenas uma página, onde o usuário preenche todos seus dados e conclui o pedido. Esse sistema permite um aumento significativo da conversão e diminui consideravelmente a quantidade de carrinhos abandonados em lojas virtuais.

Você também pode usar o PayPal Express Check-out. Ele é um Parceiro Magento Premier e vem pré integrado no Magento 1 e no Magento 2. Entre as vantagens estão: aumento das taxas de conversão e facilidade de instalação, além de ser um meio de pagamento usado por um grande número de usuários.

Há ainda uma terceira forma de checkout, conhecida como One Click Check-out. Esse modelo, utilizado na Amazon, presume que o usuário já tenha cadastrado os dados de cartão de crédito e navegue logado. Assim, ao encontrar um produto, bastam apenas dois cliques para fechar o pedido.

4 -Plugins

Em 2015, a empresa liberou uma nova versão do seu produto: o Magento 2. A nova versão do módulo conta com vários novos plugins que podem aumentar ainda mais suas vendas. Alguns possibilitam o gerenciamento de produtos no Google Shopping como o  Google Shopping Feed que exporta todos os seus produtos para a sua conta no Google Shopping automaticamente. Você também pode optar pelo Google Shopping Feed Generator, que adiciona seus produtos com base em critérios específicos como: tipo do produto, visibilidade e categoria.

Veja outros:

–  Magento Daily Deals: trabalha com o princípio do gatilho mental da urgência. Esse plugin cria um cronômetro interativo que mostra para o cliente quanto tempo a oferta de um produto ainda está valendo, motivando a compra.

Magento Simple Blog:  é uma das melhores extensões de blog do Magento. Com ele, você pode publicar textos anunciando as novidades do seu negócio ou conquistar seu público por meio de conteúdos interessantes que se relacionam com aquilo que você vende (marketing de conteúdo).

Clever Adwords: cria textos e imagens do seu anúncio para Adwords de maneira automática. Ele analisa o seu site no Magento e cria campanhas únicas baseadas nos seus produtos.

–  Mail Up: permite que você crie campanhas de e-mail marketing e gerencie as mensagens automaticamente. É gratuito e você pode segmentar seu público e enviar e-mails automáticos, fortalecendo o relacionamento com o seu cliente.

Ajax Filter and Cart: com ele, as páginas dos produtos do seu site ficam bem mais rápidas. Ele impede o recarregamento de páginas, e, por isso, melhora a experiência do usuário.

–  Image Optimizer: reduz o tamanho dos seus arquivos de imagens mantendo sua qualidade. Com isso, ele aumenta a velocidade do carregamento do seu site, melhorando a navegação do cliente.

All in One Banner Pro: permite que você gerencie múltiplos banners ao mesmo tempo. Oferece 26 modelos de banners diferentes para você escolher e testar. Com ele é possível criar e divulgar os banners nas redes sociais.

Como você viu, existem várias maneiras de otimizar sua plataforma Magento. Verifique quais delas podem trazer melhorias para seu e-commerce e comece a fazer as mudanças agora mesmo. Dessa forma você poderá aumentar suas vendas e melhorar a experiência do seu usuário. Boas vendas!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0
publicado por Renato Cruz em 30 jan 19