Cammino Digital

Conheça as vantagens e desvantagens dos comparadores de preço

Os comparadores de preço têm ganhado um lugar de destaque na internet. Em vez de termos que visitar dezenas de sites para encontrar o produto que queremos, podemos acessar apenas uma página, digitar o nome do produto e conferir o preço em diversas lojas virtuais. Para o consumidor é muito mais cômodo e para o site de e-commerce é mais um forma de campanha e fazer seu produto ser visto.

O que são e como funcionam os comparadores de preço?

Esse sistema é capaz de mostrar os valores de um mesmo item em diferentes lojas virtuais. Ele funciona como um buscador de produtos e preços, muito semelhante à compra de palavras-chaves em mecanismos de buscas. Nestas ferramentas, o investimento é diferente de acordo com cada categoria, por isso, é importante que você saiba que embora o produto final seja o preço, existem outros fatores que podem impactar na concretização da compra.

Para os proprietários de lojas virtuais, os comparadores representam uma oportunidade de apresentar os seus produtos para quem tem interesse de compra. Isso porque, quem usa um comparador não é apenas um visitante usual, mas uma pessoa que já pesquisou sobre o produto anteriormente e agora está preparada para adquiri-lo.

Como obter uma boa performance nesses sites?

Uma maneira de maximizar as visualizações e obter o número desejado de cliques qualificados, é oferecer ao visitante do seu site uma descrição simples e objetiva com as principais informações do produto pesquisado. Além disso, explorar ao máximo as imagens e ferramentas de zoom podem ser atrativos importantes para a tomada de decisão.

Poucas imagens ou fotos distorcidas farão com que os usuários percam interesse. Por isso, explore todas as funcionalidades do comparador para obter o máximo de vantagens, como o aumento do número de visitantes no seu site. Já que o consumidor é redirecionado para o seu site para visualizar o produto e concretizar a compra.

Como são pagos e quais são as formas de campanhas?

A maioria dos comparadores de preços cobram por cliques (CPC), ou seja, o vendedor paga toda vez que um potencial cliente clicar em seu link. Existem também aqueles que cobram por ação (CPA), nestes casos paga-se um percentual do valor da venda realizada. Podemos dizer que ambos os casos funcionam bem, o que será determinante para a escolha de uma campanha híbrida para as suas estratégias comerciais.

Existe alguma desvantagem ao usar um comparador?

A única desvantagem é que você estará ao lado de grandes players do varejo on-line. O que não é totalmente ruim, porque se você conseguir ter um preço competitivo, detalhamento completo dos seus produtos, boas imagens, você competirá no mesmo patamar. O que recomendamos é que você pratique preços realmente competitivos naquele segmento. Esta estratégia funciona muito bem, desde que o seu produto esteja de fato com bons preços.

Quais são os comparadores mais famosos na internet?

No Brasil, existem centenas de plataformas, mas podemos destacar 5 principais:

Google Shopping: incorporado no sistema de buscas, o produto aparece na forma de resultado para a pesquisa.

Buscapé: é um dos mais famosos na América Latina, além de possuírem um canal no Youtube, onde fazem “reviews” de alguns produtos.

Zoom: buscador famoso pela newsletter, onde também é possível anunciar para uma base de aproximadamente 260.000 usuários.

Bondfaro: site bastante confiável, principalmente porque para anunciar nele é preciso ter feito pelo menos 6 meses de anúncios no Buscapé e ter classificação positiva no e-Bit.

Você gostou de saber como funcionam os comparadores de preço? Se quiser ficar por dentro de mais dicas sobre negócios e gestão de e-commerces, assine a nossa newsletter e receba tudo por e-mail.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0
publicado por Renato Cruz em 28 mar 16

Comente este artigo

  • Flávio Avelar Cambraia

    O Multiplace é o novo comparador de preços. Nosso motor de busca encontra as informações dos produtos nas páginas da loja, classifica dentro das categorias e publica no nosso site, automaticamente. A loja só precisa fazer o próprio cadastro. Temos uma franquia gratuita de 300 produtos para avaliação. O serviço está disponível em http://www.multiplace.net.br

Outros artigos relacionados

Nova Lei Geral de Proteção de Dados. O que vai mudar no seu E-commerce? Como aumentar a audiência do seu e-commerce 8 hacks para o seu e-commerce crescer com baixo investimento