Cammino Digital

Qual a melhor plataforma de e-commerce para o meu negócio?

O comércio eletrônico é um mercado muito competitivo e cheio de desafios, mas uma das primeiras questões que surgem na mente de empreendedores que estão planejando o seu e-commerce é a escolha da plataforma. São vários aspectos a serem considerados para se fazer uma boa escolha, e os critérios técnicos são os que trazem mais dúvidas para empresários e pequenos investidores, cuja área de especialidade geralmente não contempla os conhecimentos necessários para se avaliar sozinho a melhor alternativa para cada caso.

Confira então como escolher a melhor plataforma de e-commerce para o seu negócio e comece sua loja virtual com o pé direito:

Critérios técnicos das plataformas de e-commerce

Vamos começar pela parte mais crítica. Quais as necessidades da plataforma de comércio eletrônico para cada caso? Enumerando os critérios de avaliação vamos detalhando cada um deles:

Hospedagem própria ou da plataforma

Muitas plataformas de e-commerce oferecem um pacote que contempla domínio (o endereço do site) e hospedagem, o que pode ser um fator de praticidade para os menos experientes. Entretanto, se você precisa de uma solução mais flexível e customizável, que permita a adição de funções avançadas e mais escalabilidade, as plataformas usadas em uma hospedagem própria (contratada por quem gerencia a loja) são as melhores opções.

Plataformas de e-commerce proprietárias ou de código aberto?

Existe uma grande variedade de plataformas para comércio virtual no mercado, e várias delas são de código aberto, ou seja, podem ser usadas e personalizadas de acordo com as necessidades de cada loja, sem a necessidade de pagar por isso. A diferença é que as plataformas pagas costumam ser bem completas e prontas para o uso, ao passo que as de código aberto representam maior liberdade e flexibilidade, mas exigem mais esforços para o desenvolvimento da solução final. As principais plataformas de e-commerce do mercado são:

Plataformas de código aberto:

O Magento é a solução de comércio virtual de código aberto mais usada do mercado, uma das mais sólidas e confiáveis, com grande capacidade de customização e grande compatibilidade com ferramentas de terceiros, como serviços de pagamentos e outros. Outra vantagem do Magento é que sua arquitetura em PHP é bastante conhecida pela comunidade de desenvolvedores, o que facilita seu desenvolvimento e solução de problemas. O WordPress é um sistema de gerenciamento de conteúdo para blogs, porém, tem plug-ins e temas específicos para transformar este sistema em um sistema de venda online.

Plataformas proprietárias:

As plataformas pagas de e-commerce geralmente representam uma solução mais fácil para quem não possui equipes de desenvolvimento e design, mas é necessário estar atento à viabilidade e relação custo-benefício para pequenas lojas. Algumas delas cobram porcentagens por transação, outras cobram valores fixos mensais, dependendo das funcionalidades e suporte oferecido. Vale a pena pesquisar muito antes de se optar por uma solução desse tipo.

Outros critérios para a escolha de plataformas de comércio eletrônico

Métodos de pagamento

Um aspecto importantíssimo é a disponibilidade de integração com as principais ferramentas de pagamento de produtos online. Você precisa se certificar da possibilidade de receber pagamentos em cartão de crédito e débito, boleto e outros sistemas de cobrança como Paypal e PagSeguro, por exemplo. Seus clientes precisam ter a opção de pagar da maneira que for melhor para eles.

Integrações com sistemas de terceiros

Sua loja precisa de vários tipos de integração: além dos sistemas de pagamento, é necessário estar integrado com os Correios, por exemplo, para permitir o rastreamento de entregas ou algum ERP (software que integra vários processos da sua empresa). Em seu plano de negócios, deve estar claro que tipo de integrações serão necessárias para o funcionamento do seu e-commerce.

Suporte

Se você vai contratar uma plataforma de e-commerce, certifique-se de que o suporte cobrirá suas necessidades. Ao contar com uma plataforma de código aberto, você vai precisar de um profissional ou equipe técnica para esse suporte, ou, ainda, delegar a parte técnica da gestão do e-commerce à sua agência digital, que detém o know-how necessário para manter sua loja sempre íntegra e online.

Ainda tem alguma dúvida sobre a plataforma ideal para o seu e-commerce? Comente abaixo e nos deixe contribuir com a sua escolha!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0
publicado por Renato Cruz em 13 abr 15